"A Casa de Tralhariz é uma casa ligada às mais importantes famílias da região com uma história que remonta ao século XVIII.

Foi formada por casas anteriores unidas num só edifício. Em poucas décadas passou a ser a mais importante casa agrícola de Tralhariz e já no século XX foi mesmo das maiores casas agrícolas da região poente do concelho de Carrazeda.

A Casa de Tralhariz esteve também associada a uma das maiores fortunas do concelho, estando inserida num conjunto de casas nobres desta região que tinham como tronco comum familiar os Sampaio e os Morais. A Casa de Tralhariz tem também a curiosidade de ter servido de residência a dois homens que viriam a ser governadores de Moçambique, de famílias distintas e em diferentes épocas. "

      in "A Casa de Tralhariz e a Capela do Bom Jesus"

No presente...

A Casa de Tralhariz foi adquirida pela  família Coelho em 2003.

João Casimiro Coelho, casado com Guilhermina Coelho, é oriundo de uma aldeia de Carrazeda de Ansiães, concelho onde detém várias propriedades. Produz vinho e azeite e pertence à Cooperativa de vinhos “Lavradores da Feitoria”. Divide o seu tempo entre esta região e o Porto onde gere alguns negócios.

Impulsionado e em conjunto com o seu filho, Pedro Coelho, transformou o espaço numa unidade de turismo de habitação podendo assim transmitir a gentes de outros lugares o amor e paixão que tem por estas terras de Ansiães.

Juntos estão a converter este espaço que é o “Casal de Tralhariz” num lugar acolhedor e familiar, regido por padrões de qualidade na gestão e atendimento.